Resenha -Trilogia: Peça-me o Que Quiser

Sinopse:  Peça-me O Que Quiser Vol. 1 – Megan Maxwell

Primeiro volume de uma trilogia, Peça-me o que quiser, da escritora espanhola Megan Maxwell, é um romance sobre desejo, paixão e erotismo sem limites. Lançada na Espanha em novembro de 2012, a trilogia é um sucesso de vendas no país, aparecendo em todas as listas de mais vendidos. Com tempero latino e uma abordagem excitante, a autora conta a história da secretária espanhola Judith Flores e seu chefe, o alemão Eric Zimmerman, também conhecido como Iceman: um homem muito sério e com os olhos azuis mais intensos e sexies que ela já viu. Recém-chegado ao comando da empresa Müller, antes dirigida por seu pai, Eric tem uma atração instantânea pelo jeito divertido de Judith e exigirá que ela o acompanhe nas viagens de trabalho pela Espanha. Mesmo sabendo que está se metendo numa situação arriscada, a ideia de estar ao lado de Iceman é irresistível. Com ele, a jovem viverá experiências sexuais até então inimagináveis, em um universo de fantasias eróticas pouco convencionais. Conciliando sexo e romantismo na medida exata, Peça-me o que quiser é uma história de amor cheia de encontros e desencontros, na qual os jogos eróticos, o voyeurismo e o desejo de ultrapassar todos os limites do prazer são os grandes protagonistas

Título Original: ‘PÍDEME LO QUE QUIERAS’

Nunca pensei que eu pudesse fazer o que estou fazendo contigo. Você me domina e me submete de tal maneira que não consigo dizer não. E não consigo dizer não porque meu corpo e eu inteirinha querem fazer todo o que você quiser. (Peça-me o que você quiser).

Peça-me o Que Quiser ou Deixe-me Vol.2- Megan Maxwell

Sozinha em Madri e mais uma vez desempregada, Judith precisa descobrir como se recuperar da separação de Eric e esquecer o tempo que passaram juntos na Alemanha. No fundo ela sabe que ainda deseja o Iceman. Sente falta dele e dos jogos eróticos que lhe davam tanto prazer. Para o alemão, a vida sem a espanhola parece ter perdido a graça. Desesperado, começa a enviar e-mails em busca de seu perdão.Neste último volume da trilogia, o casal se verá frente a frente outra vez e lutará para retomar sua relação. Mas os ciúmes e a superproteção do Iceman são motivos de constantes brigas, e Judith deverá encarar o fato de que talvez um futuro juntos não seja possível. Peça-me o que quiser ou deixe-me, Megan Maxwell conclui um das sagas eróticas mais populares da Espanha.

Enfia isso na sua maldita e quadrada cabeça alemã! Não me importo com o futuro. Só o que me importa é você… você… Você, seu cabeça-dura safado! (Peça-me o que você quiser  ou deixe-me).

Peça-me o Que Quiser, Agora e Sempre Vol. 3 -Megan Maxwell

a aguardada continuação da surpreendente história de amor e sexo entre uma espanhola e um alemão, Judith terá que tomar a decisão mais difícil de sua vida. Será que viver sua paixão é tudo o que realmente importa? Decidida a se afastar para sempre de Eric Zimmerman, Judith pede demissão da empresa Müller. Para se recuperar, resolve se refugiar por um tempo em Jerez, com seu pai. Desesperado com a partida de Jud, Eric vai atrás de seu amor. “algo tão inesperado como você está trazendo emoção a um amargurado alemão. Onde você estava durante toda a minha vida?”, confessa Iceman. Ela resiste o quanto pode, mas a atração entre eles continua forte, e as fantasias sexuais mais vivas do que nunca. Mas desta vez é Judith quem impõe suas condições, e ele deve aceitar para não perdê-la. Tudo parece bem outra vez, até que uma ligação inesperada obriga o casal a interromper a reconciliação: a família de Eric o chama com urgência, e os dois voam para Munique. Judith procura se adaptar ao novo ambiente numa cidade que lhe parece hostil. Longe de seu mundo, terá de decidir se deve de fato dar uma nova oportunidade ao relacionamento, embora tenha plena consciência do quanto o deseja: “antes eu tinha três vícios. Coca-cola, morangos e chocolate. Agora acrescento um, mais forte e poderoso, chamado Eric. Eu o desejo… Desejo e desejo. Não importa a hora, o momento ou o lugar… Eu o desejo.”. Poderá o amor vencer as diferenças e transformar suas vidas?

(…) você é o sol da minha vida e, se te vejo triste, não consigo ser feliz – sussurra em meu ouvido. (Peça-me o que quiser, agora e sempre).

(Fonte:Saraiva.com)

Mas a final quem é Megan Maxwell?

Megan Maxwell é uma reconhecida escritora do gênero romântico na Espanha. De mãe espanhola e pai americano, publicou vários romances, além de contos e relatos em antologias coletivas. Em 2010 ganhou o Premio Internacional de Novela Romántica Villa de Seseña e em 2010 e 2011 recebeu o Premio Dama de Clubromantica.com. Vive num vilarejo perto de Madri na companhia do marido, de seus filhos, seu cachorro, Drako, e seu gato, Romeo.

(Fonte: Editora Objetivo)

O que tenho a dizer…

Diferente de tudo que eu já li e igual a todos os outros. Abraçando esse novo mercado (que dizer não tão novo assim) dos livros eróticos, que após o lançamento e sucesso estrondoso de Cinquenta Tons de Cinza, Megan vem trazendo um novo universo do erotismo.

Não, o livro não aborda o BSDM, o que a autora vem nos oferecer é um novo olhar sobre o sexo, a sexualidade e o companheirismo. O que é mais incrivel nessa histoia é que ela tinha tudo para ser vulgar, e exatamente o oposto, é uma historia limpa, mesmo falando de uma pratica sexual tão julgada pela sociedade, bonit, com personagens forte e cativantes, um leve toque de drama ( qual é todo romance tem que ter) .

Trama do livro.

A trama é simples, não a um grande vilão que quer destruir os mocinhos,o que á e justamente duas pessoas de personalidades fortes, que se amam loucamente e que são o extremo oposto do outro, aprendendo a conviver e a entender seu parceiro.

Minha opinião

Antes de decidir ler essa historia deu uma visitada em blogs de resenha, em sua maioria as resenhas eram positivas, mas lê muito comentário e resenhas negativas, ate ai tudo bem, o que me chateou um pouco foi alguns argumentos usados e principalmente a indução a não leitura da obra.

Acredito que um bom leitor é aquele que ler uma obra absorve o que o autor quer dizer, pega o que não lhe é útil em algo bom. E é sempre bom lembre que não existe livro ruim, existe livro que não me atraem. Não é legal desmerecer o trabalho do outo só porque Eu não gosto.

Lembre-se cada um ler o que gosta!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s