Resenha- O Pacto

“O pacto é bom como o diabo! Joe Hill é um escritor excepcional, com uma incrível imaginação. Ele tem o talento especial de conduzir os personagens e os leitores a situações sobrenaturais.” – USA Today

Sinopse

  Ignatius Perrish e Merrin Williams se conheceram muito jovens e o amor que nasceu entre eles era tudo o que duas pessoas podiam desejar na vida. O que não imaginavam era que, depois de quase uma década, sua história estaria fadada a terminar numa terrível tragédia. Merrin foi estuprada e morta em condições inexplicáveis e todas as suspeitas recaíram sobre Ig. Após um ano vivendo num purgatório de sofrimento e solidão, ele acorda certa manhã com uma enxaqueca terrível e descobre algo aterrador: havia criado chifres durante a noite. A primeira coisa que pensa é que se trata de uma alucinação, fruto de sua mente perturbada e deprimida. Mas logo percebe que os chifres são reais e têm o extraordinário poder de impelir as pessoas a confessar seus pecados e segredos mais obscuros. Agora Ig vai tirar proveito desse talento macabro para acertar as contas com o monstro que lhe roubou Merrin e acabou com todos os seus sonhos. Ser bom e rezar pelo bem parece não ter levado Ig a lugar nenhum. Agora o diabo assumiu o controle. E, quando ele concede um desejo a alguém, cedo ou tarde volta para cobrar o que lhe devem.
” Quando  as pessoas que você ama lhe viram as costas e sua vida se torna um inferno,  ser o diabo não é tão mau assim”

                           

O que tenho a dizer 

Ao ler o pacto você se questiona sobre muitas coisas.Sobre o bem e o mal .Principalmente sobre este mal que á nos homens. Ig inicia a narrativa como um personagem de pensamentos sombrios e tristes, atitudes questionáveis. Ao decorre da historia você acaba se apaixonando por ele e outros poucos personagens, você conhece seus traumas e motivos por trás das suas ações.

Adorei a forma com que o autor conta a historia, gosto do modo como é descrito cada personagem, suas emoções, seus sonhos, seus desejos,seus segredos e personalidade. Isso da uma sensação de realidade  faz com que nos familiarizemos com os personagens e nos apaixonemos por eles.

A historia tem um desenrolar tenso em certas parte, mais não torna o livro uma leitura chata, pelo contrario, por ter a medida certa de suspense e horror faz com que o leitor leia cada pagina com mais vontade. Se você tem coraçãozinho fraco essa não uma leitura que você vai querer encarar, mais se você for uma leitora corajosa ( vai com tudo flor)   e  que se aventura em um novo gênero literário, Joe Hill é o cara. Com o seu romance contemporâneo, mistura uma pitada de surrealismo e realismo estremos com um toque do macabro explicito carregado de chulas, termos depreciativos e descrição de situações degradantes  ( se você já leu algum livro do Stephen King sabe do que eu estou falando) o livro a borda “Eu interior”, os nossos monstros internos. Nos faz questionar tudo e todos. a ponto de revermos as nossas atitudes e os nossas reas motivações.

 Quando eu lia o livro só me  vinha a mente uma musica “Quatro Vezes Você” ( não sei se vocês conhecem) do Capital Inicial,  na verdade não toda a letra mais sim o refrão

“O que você faz quando

Ninguém te vê fazendo

Ou o que você queria fazer

Se ninguém pudesse te ver”

Para mim esse livro meche bem com a nossa cabeça, com quem somos, e o que queremos ser, o que fazemos pelos outros, e o que queremos que os outros façam pela gente. O livro é maravilhoso, o escrito acertou em cheio a cada letra é uma ótima leitura #EuIndico

Sobre o Autor

Filho do Stephen King  um dos maiores ( se não o maior para seus fãs)  escritores da literatura  estrangeira, um dos maiores autor do gênero de terror.

#HelloDaddy

E como não podia deixar de ser, Hill  herdou todo o talento do pai, O Pacto é o seu terceiro livro, autor também dos livros  A Estrada da Noite e da coletânea de contos “Fantasmas do Século XX“, todos publicados no Brasil pela Editora Arqueiro

                           

Já ganhou diversos prêmios por seus contos, incluindo dois Bram Stoker,o mais importante da literatura de horror.Hill mantém um blog, além de escrever de forma muito ativa e inspirada em seu perfil no Twitter. Ele mora na Nova Inglaterra com a mulher e os filhos.

 #NossoObjetivoÉSatisfazer
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s